Descansar, soldado!

(uma última inspiração do Samhain, uma homenagem merecida a quem partiu no início desse ano; lamento que essa homenagem seja póstuma, tão tardia, mas hoje, olhando o todo, vejo que você merecia muito mais; pai, eu sinto saudades, mas espero que tenha encontrado seu caminho para as Terras Eternas, e que nos encontremos no mundo renovado) 

Descansar, soldado,

Pois sua missão terminou;

Sua marcha está encerrada,

Sua arma guardada,

Sua batalha terminada,

Sua guerra acabou.

Descansar, soldado,

Pois foi finalmente reconhecido;

Mesmo com todos os erros,

Mesmo com alguma injustiça,

Mesmo que tardiamente,

Sua honra é merecida.

Descansar, soldado,

Pois cumpriste tua missão;

Viveste a vida intensamente

Não conheceste a servidão,

E daqueles que um dia não reconheceram

Um hoje pede seu perdão.

Descansar, soldado,

Pois finalmente alcançaste a paz;

Sem mais desentendimentos,

Sem mais discussões,

Sem mais injustiças,

Para o soldado que agora jaz.

Altar dos Ancestrais, com objetos de nossos entes queridos.

Altar dos Ancestrais, com objetos de nossos entes queridos.

Anúncios
Categorias: Pensamentos, Poesia | Deixe um comentário

Navegação de Posts

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: